Ter uma aposentadoria bem sucedida e tranquila é o sonho de grande parte das pessoas. Um dos pontos que quem deseja alcançar esse objetivo deve ter em mente é que, antes de tudo, será essencial contar com outras fontes de renda, além da previdência social. 

Entre as dicas para alcançar essa conquista e não ter dor de cabeça ao se aposentar estão ter objetivos financeiros bem-definidos, começar a investir o quanto antes, estipular as receitas que poderá contar e escolher de forma assertiva os tipos de investimentos em que aplicará seu dinheiro. Confira agora nossas 8 dicas para viver uma aposentadoria bem sucedida e tranquila:

1. Tenha objetivos financeiros bem definidos

O primeiro passo no planejamento para ter uma aposentadoria tranquila é definir onde você quer chegar e o que precisa fazer para atingir seus objetivos. Nesse caso específico, sua meta é ter recursos suficientes para viver com conforto ao se aposentar. Com isso na cabeça, chega a hora de traçar um plano de ação para atingir as metas financeiras que deseja.

Não deixe também de estabelecer o prazo em que gostaria de se aposentar. Dessa forma, você sabe exatamente por quanto tempo precisa poupar para ter uma aposentadoria segura, com o recebimento da renda que deseja.

2. Equilibre o orçamento para começar a poupar

Um dos pontos mais importantes no planejamento financeiro para a aposentadoria é equilibrar o orçamento e se certificar de que as receitas superam as despesas. Apesar de parecer algo simples, na prática, muitas pessoas não têm ideia de para onde está indo o dinheiro que recebem todos os meses. 

Não cometa esse erro primário. Torne o controle de entradas e saídas do cartão de crédito e da conta corrente um hábito. Além de saber os valores que gasta, procure descobrir, principalmente, em que áreas do orçamento estão suas principais despesas. Assim, você sabe exatamente onde cortar gastos para começar a poupar para a aposentadoria todo mês.

3. Entenda com quais receitas poderá contar

Além de equilibrar o orçamento no presente para poupar para a aposentadoria, é importante saber, o quanto antes, com quais receitas poderá contar no futuro. Esperar viver apenas da Previdência Social e manter o mesmo padrão de vida é uma decisão muito arriscada. Especialistas recomendam que a aposentadoria do governo responda por, no máximo, 20% da sua renda ao se aposentar. 

Além da Previdência, procure definir quais serão as outras fontes de renda: você tem um plano de previdência privada ou corporativo, por exemplo? Identifique também se, além desse plano, há outras receitas futuras, como o aluguel de um imóvel.

4. Defina quanto precisará juntar

Depois de estimar as receitas que terá ao se aposentar, chega o momento de colocar no papel quanto precisará juntar para ter uma vida tranquila no futuro. O primeiro passo nesse sentido é definir qual renda mensal gostaria de ter para manter o padrão de gastos. É importante não subestimar suas despesas. Nem sempre os gastos na terceira idade caem.

Para quem ganha acima do teto do INSS, uma dica para definir o valor é considerar uma renda igual ao último salário. Já quem ganha até o teto deve buscar se aposentar com 120% do último salário. 

5. Comece a pensar o quanto antes na aposentadoria

Protelar o acúmulo para a aposentadoria é uma atitude que pode custar caro no futuro. Quanto mais cedo você começar a juntar dinheiro para se aposentar, melhores resultados alcançará. Quem tem dificuldades para estabelecer uma rotina para poupar pode optar por investimentos automáticos. Dessa forma, todo mês, o valor estipulado para guardar para a aposentadoria sairá automaticamente da conta corrente.

Outra dica é optar por produtos com alíquotas decrescentes. Ou seja, quanto maior o tempo de investimento, menor o valor cobrado em taxas e impostos.

6. Considere a etapa de vida

Dica indispensável para quem deseja viver uma aposentadoria bem sucedida é considerar a etapa de vida que está passando na hora de definir quanto pode poupar para o futuro. Quem recebe um bom salário e, ainda, conta com benefícios, como décimo terceiro e restituição de Imposto de Renda, por exemplo, pode considerar guardar um pouco mais de dinheiro todo mês.

Por outro lado, se está passando por um momento apertado por conta de desafios, como a perda de um emprego ou dívidas, reduza um pouco a contribuição para o futuro até vencer as dificuldades. 

7. Pesquise condições

Pesquisar as condições oferecidas por produtos, como plano de previdência privada, é cuidado essencial para não perder em rentabilidade. Apesar da previdência ser a primeira alternativa que vem à mente quando o assunto é poupar para aposentadoria, nem sempre é a melhor escolha por conta das taxas cobradas, que podem levar a perdas na hora de retirar o dinheiro. 

Por isso, escolher com atenção as aplicações que receberão seu dinheiro é um passo importante. Pesquise não só as taxas como, também, o histórico da empresa e do gestor que cuidará do seu dinheiro.

8. Escolha os melhores investimentos

Por fim, esteja sempre atento ao mercado para escolher os melhores investimentos para a aposentadoria. Se for gerenciar você mesmo sua reserva para o futuro, é importante conhecer bem a mecânica do mercado, da bolsa, títulos bancários e fundos. Quem começa a poupar desde cedo pode considerar também ter planos com diferentes tipos de regime para ganhar flexibilidade.

Independentemente da idade em que começa a poupar para se aposentar, diversificar a carteira de investimentos e fontes de renda é o segredo para ter mais segurança e menos riscos com investimentos. Revisar os planos periodicamente é outra forma de garantir que as aplicações escolhidas para sua aposentadoria estão rendendo tanto quanto poderiam.

Siga essas 8 dicas importantes para viver uma aposentadoria bem sucedida e evite ter dor de cabeça com problemas financeiros após parar de trabalhar. Lembre-se de que quanto antes você começar a poupar para o futuro, mais segurança financeira você terá na terceira idade. Não perca mais tempo e pesquise agora os melhores produtos!

Quer ter acesso a outros conteúdos sobre investimentos e educação financeira? Então assine agora mesmo nossa newsletter! Assim você poderá ficar a par de todas as nossas novidades.

8 dicas para viver uma aposentadoria bem sucedida e tranquila
Avalie esse post