Depois de um ano inteiro trabalhando, as férias surgem como uma oportunidade de descansar e passar mais tempo com a família. Nesse momento, a ideia de fazer uma viagem de férias costuma aparecer, mas gastos com passagens aéreas e diárias de hotéis podem fazer com que ela seja deixada de lado.

Sem contar que sempre surge algum gasto inesperado que quase nos leva ao vermelho, não é mesmo? Pensando nisso, separamos, a seguir, algumas sugestões para que você possa viajar gastando menos e se precaver quanto a prejuízos com despesas imprevisíveis.

Continue a leitura e veja 5 dicas práticas para economizar na viagem de férias!

 

1. Evite viajar na alta temporada

 

Não é novidade que os preços, tanto de passagens aéreas quanto de diárias de hotéis, tendem a variar durante o ano, de acordo com a época e a demanda por tais serviços. Os meses de dezembro e janeiro, por exemplo, são considerados os mais caros para se viajar pelo Brasil.

Sabendo dessa informação, é possível que a pessoa se planeje para visitar os locais desejados em períodos nos quais a demanda é mais baixa, quando os preços estão mais baratos e acessíveis.

Um bom modo de acompanhar tais valores é acessar os sites especializados em ofertas turísticas. Por meio deles, é possível descobrir os preços de passagens e diárias em hotéis com meses de antecedência e, até mesmo, comprar pacotes de viagem com descontos.

Além disso, muitas páginas oferecem a opção de cadastro. Assim, você receberá um e-mail de alerta quando as passagens aéreas (ou diárias) estiverem com um preço mais baixo.

 

2. Poupe dinheiro para viajar

 

Pagar à vista por um produto ou serviço é sempre a melhor opção — e viagens de férias não fogem a essa regra. Quando você paga no ato da compra, não é preciso se preocupar com os juros de um financiamento, além de ter a possibilidade de negociar um desconto ou melhores condições.

Mas a verdade é que muitas pessoas não têm em mãos o dinheiro necessário para quitar suas viagens de uma única vez. Por isso, é interessante começar a se preparar com antecedência e guardar uma quantia todos os meses para alcançar tal objetivo.

Muitas vezes há a opção de pagar parcelado, em diversas vezes, porém você deve tomar cuidado para não se atrapalhar com dívidas futuras, é preciso ter um bom controle dos gastos. E, além disso, não esqueça que você irá gastar na viagem também, nada mais prazeroso do que não ter muitas dívidas acumuladas depois que voltar de viagem.

Por isso, mais adequado é fazer uma reserva financeira por meio de investimentos de liquidez diária, como CDBs, títulos do Tesouro Selic e até mesmo alguns tipos de fundos. Trata-se de alternativas ideais para as aplicações de curto prazo, pois os valores podem ser resgatados todos os dias e sem riscos de prejuízo.

 

3. Tenha cuidado com os gastos extras

 

A primeira coisa que vem à nossa mente quando pensamos em fazer uma viagem de férias é o preço das passagens aéreas e das diárias em hotéis. Mas um passeio tem diversos outros custos que não levamos em consideração (e, por isso, acabamos tendo alguns prejuízos).

Ao planejar suas férias, você precisa conhecer os preços médios de alimentação, transporte e lazer no destino desejado. Com base em tais valores, é possível calcular quanto será necessário gastar com cada um desses itens durante a viagem. Deve-se estar ciente de todos os custos e ter a certeza de que pode arcar com eles antes de decidir viajar.

Muitas vezes, pacotes de viagens que já incluem a alimentação e a recriação, como o all inclusive, compensam mais do que uma opção de preço menor, em que se gasta mais com esses serviços separadamente. Portanto, é interessante comparar as duas alternativas antes de tomar uma decisão.

 

4. Busque por descontos

 

Uma opção interessante para economizar na viagem de férias é pesquisar se existe algum Clube de Descontos na cidade ou na região para onde vai viajar. Trata-se de um site especializado em fornecer cupons que garantem descontos para bares, restaurantes, serviços, atrações turísticas e até hotéis ou pousadas.

Mesmo que o local para onde você vai não tenha nenhum Clube de Descontos, existem clubes que abrangem países inteiros. Por isso, a possibilidade de que restaurantes ou atrações turísticas na região em que você vai se hospedar estejam cadastrados em algum deles é bem grande.

Outra chance de conseguir descontos é por meio dos saldões de passagens. Neles, os bilhetes são vendidos por um preço mais barato na internet. Dependendo da data de sua viagem, é possível conseguir descontos bem interessantes.

Além dessas opções, existe sempre a possibilidade de negociar diretamente com o vendedor ou com o responsável por alguma atração turística. O ato de pechinchar, desde que com educação e respeito, não é ofensivo — e pode render ótimos benefícios.

 

5. Use o transporte público sempre que for possível

 

Se houver essa possibilidade, escolha viajar para lugares que contem com uma grande oferta de transportes públicos. Mais em conta do que pegar um táxi ou fretar um carro, usar o transporte coletivo é uma forma eficiente de se locomover dentro das cidades sem gastar muito dinheiro.

Embora depender de ônibus não pareça uma boa ideia para os brasileiros, o serviço é eficiente em vários lugares. Mesmo no Brasil, em alguns municípios, já existem faixas exclusivas para tal tipo de veículo, o que torna o percurso mais rápido. Sem contar que o metrô é, muitas vezes, uma ótima opção.

Quando falamos de transporte público, diversas cidades oferecem alternativas ainda mais baratas do que o ônibus e o metrô, como a bicicleta. Além de saudável, esse meio de locomoção possibilita uma visão única da cidade.

Caso seja necessário sair durante a noite em um local desconhecido e você não sinta segurança em usar o transporte público devido ao horário, o Uber, presente em vários países, é uma opção confiável. Mesmo que seja mais caro do que os coletivos, o serviço muitas vezes vale a pena se comparado ao custo de um táxi.

Este conteúdo foi preparado para que suas férias deixem de representar um motivo de preocupação e se tornem o que deveriam ter sido desde o começo: um momento para descansar e passear com as pessoas que você ama. Quem sabe agora você não se planeja para fazer uma viagem de volta ao mundo?

Nosso artigo foi útil para você? Então, compartilhe-o nas redes sociais e ajude mais pessoas a descobrirem como economizar na viagem de férias!

Como economizar na viagem de férias? 5 dicas práticas
4.5 (90%) 2 votos