A economia doméstica é um tema indispensável não só para a saúde financeira de uma família como, também, para o desenvolvimento sustentável da casa. Para otimizar os gastos de forma prática e manter as contas sob controle, algumas atitudes e mudanças de hábitos são essenciais.

Elaborar um cardápio semanal para reduzir as despesas com o supermercado, tirar aparelhos eletrônicos da tomada para economizar energia e reaproveitar a água da lavagem de roupas para outras atividades, por exemplo, são cuidados que ajudam a controlar os gastos da casa.

Para ajudar você nessa missão, separamos 10 maneiras práticas de reduzir o orçamento e manter em dia a organização financeira do seu lar. Confira!

1. Elabore um cardápio semanal

Uma dica valiosa de economia doméstica é evitar, a qualquer custo, o desperdício. Nesse sentido, investir em planejamento é essencial. Comece com a elaboração de um cardápio semanal para economizar no supermercado e também não ter que gastar dinheiro com refeições fora de casa.

Quem não tem tempo a perder pode criar a rotina de planejar as refeições e fazer as compras no sábado para, no domingo, cozinhar e congelar os pratos da semana inteira. Criar esse hábito faz com que você só compre o que realmente precisa e reduz as chances de ter que jogar fora determinado alimento porque estragou.

2. Tire eletrônicos da tomada

Aparelhos eletrônicos que estão conectados na tomada consomem energia mesmo quando não estão em uso porque permanecem no modo stand-by. Por isso, quem quer economizar na conta de luz, deve ter o cuidado de retirar os equipamentos da tomada quando não estiverem sendo utilizados.

É uma atitude simples e que pode gerar grandes benefícios para o orçamento doméstico.

3. Consuma produtos da estação

Legumes, frutas e verduras da estação custam menos e são mais frescos. Para economizar nas compras e ter refeições mais saborosas, pesquise quais são os alimentos da época e privilegie pratos com esses itens na hora de montar seu cardápio semanal.

Outra dica para reduzir o orçamento é sempre preferir alimentos frescos em vez de industrializados. Além de custarem menos, eles costumam render mais, pois partes como cascas e sobras podem ser aproveitadas na cozinha para caldos e molhos, por exemplo.

4. Reaproveite água

Quando o assunto é economizar nas despesas domésticas, reaproveitamento é palavra de ordem. Com isso em mente, procure não descartar a água usada na lavagem de roupas, usando o líquido para outras atividades. Com ela, é possível lavar a calçada ou o chão da cozinha, entre outras tarefas.

Ao tomar banho, coloque um balde embaixo do chuveiro enquanto a água esquenta, você poderá utilizá-la para dar descarga posteriormente.

Realizando essas ações, além de economizar, você ajuda o meio ambiente.

5. Pesquise preços

Um dos hábitos mais saudáveis de economia doméstica é pesquisar preços antes de fazer qualquer aquisição. Ferramentas como Google Shopping e Buscapé são excelentes pontos de partida.

Além de pesquisar preços, outra forma de economizar é usando cupons ao seu favor. Vários supermercados e lojas contam com programas de fidelidade que oferecem descontos consideráveis e não cobram nada a mais por isso.

Comprar alguns produtos em grande quantidade, como itens de limpeza e ração para animais de estimação, também é uma forma de garantir bons descontos.

6. Corte produtos e serviços desnecessários

Atire a primeira pedra quem nunca pagou por produtos e serviços que são subutilizados ou, até mesmo, não usados. Assinaturas de jornais e revistas que não lê, academia que não vai, aplicativos que nunca são abertos etc.

Uma maneira prática de reduzir o orçamento é cortar gastos com aquilo que você não usa nunca ou, pelo menos, com tanta frequência. Ou, pelo menos, negocie com as prestadoras de serviços, você pode se surpreender com os descontos que pode conseguir.

7. Troque suas lâmpadas

Substituir todas as lâmpadas incandescentes da casa é atitude que pode fazer a diferença na economia doméstica. Ao trocar esse modelo por opções de LED ou fluorescentes, você poupará ao longo prazo. Isso porque o custo de compra pode ser maior, mas, no futuro, você verá que a economia compensa.

Além de optar por lâmpadas econômicas, evite que a conta de energia elétrica se torne uma dor de cabeça no orçamento familiar, incentivando o consumo consciente entre a sua família.

Oriente todos os moradores da casa sobre a necessidade de apagar as luzes ao saírem de um cômodo, de só usar ar-condicionado quando necessário e deixar apenas uma TV ligada quando estiverem assistindo ao mesmo canal.

8. Tenha atenção à conta de gás

Não são poucas as famílias que se surpreendem todo mês com o valor da conta de gás. Muitas vezes, a fatura vem alta por causa de hábitos comuns, mas prejudiciais para a economia do recurso, como usar o forno em excesso ou deixar o aquecedor funcionando por minutos a fio por conta de longos banhos.

Uma forma de reduzir seus gastos com a conta é otimizar a rotina da cozinha. É possível se planejar para preparar várias refeições que possam ir ao forno ao mesmo tempo. O calor restante, após retirar os pratos, pode ser aproveitado para esquentar pães ou outros alimentos.

9. Fuja de compras em datas comemorativas

Saber a hora certa de comprar alimentos e outros itens para a casa pode fazer toda a diferença no orçamento.

Datas comemorativas, como Páscoa e Natal, levam os consumidores a procurarem, ao mesmo tempo, os mesmos produtos. Por isso, os preços costumam subir de forma significativa. Para reduzir os gastos, planeje-se para fazer suas compras antes ou depois dos períodos mais agitados. Economia na certa.

10. Reveja necessidades e gastos periodicamente

Necessidades e gastos mudam com o passar do tempo. Por isso, para reduzir e manter o orçamento doméstico em dia, reveja periodicamente as despesas familiares. Os gastos de uma família com filhos pequenos, por exemplo, são totalmente diferentes dos casais sem crianças.

Independentemente da quantidade de pessoas na casa, outro cuidado importante para as finanças é sempre ter uma reserva de emergência para gastos que não foram previstos.

A economia doméstica é um tema que não pode faltar nas discussões da sua família. Procurar maneiras práticas de reduzir o orçamento e manter os gastos em dia, é um passo essencial para alcançar a segurança financeira e realizar sonhos e alcançar suas metas de vida. Siga nossas dicas e veja a diferença nas finanças!

Quem quer manter o orçamento em dia e tem dúvidas sobre as melhores aplicações para o dinheiro que tem guardado, não pode deixar de ler nosso artigo que explica o porquê que investir na poupança pode não ser uma boa alternativa. Boa leitura!

 

Economia doméstica: 10 maneiras práticas de reduzir o orçamento
4.9 (98.22%) 90 votos